Organização:





Apoios:



Um eclipse do Sol é um fenómeno de rara beleza, privilégio dos seres que habitam o Planeta Terra. Trata-se do resultado de uma interessante coincidência entre as dimensões do nosso satélite natural, a Lua, e a distância à nossa estrela, o Sol. A Lua tem um diâmetro de aproximadamente 3.476 km e encontra-se a uma distância média de 384.400 km da Terra. O Sol, que tem um diâmetro de 1.392.000 km (cerca de 400 vezes maior do que a Lua), fica a uma distância de 150 milhões de km ou seja, aproximadamente 400 vezes mais distante do que a Lua. Como consequência, os diâmetros aparentes do Sol e da Lua, vistos a partir da Terra são muito próximos. Um eclipse ocorre sempre que a Terra, a Lua e o Sol estão perfeitamente alinhados.

Há cerca de um século que Portugal continental não presencia um eclipse anular ou total do Sol, o último ocorreu em 1912, mas este longo prazo termina no próximo de dia 3 de Outubro de 2005. Ao longo de uma faixa de visibilidade muito estreita, o disco lunar oculta o centro do disco solar e a linha central passa no distrito de Bragança.

A Sinergiae e o NUCLIO- Núcleo Interactivo de Astronomia iniciam com esta actividade uma colaboração que pretende associar as belezas de Portugal a um maior contacto com a Natureza. O Eclipse Anular do Sol, visível em todo o seu esplendor a partir da região de Bragança, é a oportunidade perfeita para iniciarmos essa cooperação que junta profissionais de várias áreas, num esforço conjunto para proporcionar aos participantes uma experiência inesquecível.

Data limite de inscrição: 25 27 de Setembro de 2005

Recursos: